domingo, 6 de setembro de 2009

tv


Tinha uma colega no curso de alemão que se chama Asma. É muçulmana e usa véu. Eu acho que ela é quarentona, mas a roupa que até lhe cobre a testa e só me deixa ver as mãos fá-la parecer mais velha. É professora primária, creio que em árabe.


No outro dia falávamos de televisão. Toda a gente protestou contra. Só viam as notícias, um ou outro o futebol e documentários. A Asma afirmou que a televisão era muito prejudicial para as crianças, que têm muita energia e que depois de verem televisão ficam agressivas. O filho dela só está autorizado a ver tv uma hora ao fim-de-semana. A minha professora hippie disse que tem um amigo que tem medo de cobras porque enquanto miúdo viu na televisão uma cobra a enrolar-se à volta de uma pessoa.

Se fossemos ficar traumatizados com tudo o que vemos na televisão, ninguém mudava de casa, os filmes de terror começam todos assim.

Eu disse que em minha casa a televisão estava sempre ligada e que normalmente nem estava ninguém a ver. Quando era pequenita acordava mais cedo que os meus pais e ia ver os bonecos. Isso nunca me fez mal! Em Portugal até há um canal para bebés na TV Cabo, com música e cores. Eu adoro-o para adormecer.

A Asma acenava que não com a cabeça com a boca aberta de pasmo. Ficou tudo escandalizado!

16 comentários:

*B* disse...

Ficou tudo escandalizado? Não é motivo para tanto...


Culturas diferentes...! Enfim!


Há que respeitar, não é, Lu?

MissJ disse...

Pois sabes que há culturas muito bem definidas, e que não estão muito abertas a novas ideias.

Isso é normal, no caso destas diferenças. Se me falasses que se tratavam de pessoas da mesma cultura... isso sim era escandaloso... :)

Noiva Judia disse...

A tv é o que é. Não deve ser consumida em demasia, mas daí a dizer que é responsável pelos nossos comportamentos e/ou fobias... é um bocadinho sacudir a água do capote...

made in ♥ love disse...

tv ligada o dia todo!! que horror!! que coisa tão Mundana!!! a escandalizar as pessoas!!! Não se faz :)

Um beijinho
Eduarda
made in ♥ love

Ju disse...

Lu, adorei o teu blog!

Quanto à Asma... é uma cultura diferente, o que não quer dizer que seja correcta. Eu tenho tv's espalhadas pela casa, até na cozinha, e não tenho filhos agressivos.
Mas tenho filhos cultos e interessados, pq nos cabe a nós pais, filtrar o que a tv tem de bom.
Até hoje eu páro para ver banda desenhada, adoro!
B.Ju

Barão d'Holbster disse...

Parabéns, ainda que um pouco atrasados....

Nêss. disse...

NÃO ACREDITOOO
Será que encontrei alguém que também vê o Baby First? x'D

iza disse...

então ainda bem que eu também acordava cedo para ir ver os desenhos animados!

deve ser uma coisa da cultura portuguesa...

***

paula'maria disse...

Inspirada pelo espírito Natalício e pelas grandes festividades que se aproximam, tenho o prazer de oferecer aos leitores do dezperada, juntamente com a Oriflame, um conjunto de beleza Skindividual - Preserve your skin's natural beauty individually -. Para concorrer basta que deixem um comentário e tornarem-se seguidores do dezperada.

Este passatempo termina na próxima segunda-feira, dia 14 de Dezembro. A escolha do vencedor vai ser aleatória (através do site random.org).

Isabela disse...

Culturas tão distintas às vezes não se adaptam em outras. Mas a tv é um mal que dispenso, a única coisa que ela me traz é o tédio.

Crente disse...

Volta que fazes falta :)

Joana do Açúcar disse...

Luzinha, são culturas.
Não se comreende, mas aceita-se... ?!

*

Meio Cheio disse...

Depende da cultura e da geração...mas para muitos (inclusive eu) é comum ter a tv ligada mesmo que ninguem esteja a ver...desde miuda que via tudo e mais alguma coisa...e os filmes de terror eram sagrados, por isso não acho que seja de todo válido.
Opiniões...

Bom aninho (e para combinar um blog todo bonito tambem ^^)*

luaquente disse...

Pois...que escandalo tão agradável...pagaria e bem, para estar presente.Ás vezes um bom escandalo quebra rotinas.

luaquente disse...

Ou que belo escandalo!! já não se fazem desses todos os dias!...é como os filmes.

Celia disse...

Quanto à questão da televisão, ora fico escandalizada com o que passa, ora estou viciada naquelas pequenas curiosidades e entretenimento que lançam no nosso caminho só para nos distrair da vida e nos fazer escravos dela. Mas também já sucedeu eu própria sentir-me desrespeitada ou lesada por qualquer coisa que a televisao passe sem aviso.

Estás na Alemanha?
Eu estudo Informação Turística e, por entre outras línguas, ter Italiano, sonho ir viver para Itália. Diz-me por favor que a vida é melhor lá fora, mesmo que lá fora seja a Alemanha...

O meu "amor" já dura cá dentro há dois anos e meio, temos uma relação única, de amizade, mas com muitas contenções porque ele sabe que gosto dele. Volta esta semana de seis meses em Itália e tenho medo de voltar a cair no poço que estava enquanto ele estava cá e a minha vida girava toda à sua volta...