sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Novas


O meu alemão progrediu bastante, o suficiente para agora ter conversas a sério sobre coisas. Política, história, roupa, os nossos bichos, os colegas, os pacientes… Já sei tanta linguagem médica tem alemão como sei em português e inglês!

“Viver noutro país é um processo de autoconhecimento… “ disse-me uma brasileira, à porta da escola de alemão. Na altura achei que ela era um bocado freak, mas depois de pensar um bocado no assunto, acho que ela até tem razão. É por termos um meio de comparar o que estamos habituados com uma realidade diferente…

Por exemplo, nunca me tinha apercebido que só em Portugal é que se pede licença para rasgar papel.

A minha colega Christianne é loira e tem olhos azuis mas acha-se tão comum que pinta o cabelo de castanho-escuro e tem lentes de contacto castanhas! Acha giro o contraste com a pele branca… WTF?

Os serviços públicos abrem as 7h e fecham às 14h. Imagina-se lá os nossos funcionários públicos a tirarem o cuzinho da cama às seis, ou até antes, para estar no emprego às sete?

Não há supermercados abertos ao domingo. No autocarro, dois velhotes a resmungar contra o novo horário do supermercado, agora aberto até às 23h. Um absurdo! O capitalismo a esmagar direitos do proletariado! Coitados dos trabalhadores por terem que trabalhar até tão tarde!

Ouvir os alemães a dizer que não seriam capaz de comer polvo, com uma cara um bocado enojada?

Hum… polvo à lagareiro…

1 comentários:

Li em Pink High Heels disse...

Hahaha demais! Gosto do te Blog! =) Abraço de Portugal